O Time

Sobre o time

Esporte Clube Nova Cidade é uma agremiação esportiva da cidade de Nilópolis, no estado do Rio de Janeiro, fundada a 10 de setembro de 1939.


Foi criado pelos desportistas Joaquim de Almeida Flores e seus filhos Lauro de Almeida Flores, Paulo de Almeida Flores e Mauro de Almeida Flores, além dos amigos Sebastião Luiz Trindade, Luiz Maria de Aguillar, Wilson Palha de Castro, João Palha de Castro, Lourival Palha de Castro, Hugo Maurício Barbosa, Ernesto Cardoso, Fernando Rodegheri, Donizetti de Oliveira, Balduíno Francisco Cesar, Waldemar Arcas, João Batista Pinto, Geraldo Pedro da Silva, Genésio de Souza Barros e Jacinto Gomes Coelho.

 

Foi fundado oficialmente com a participação da família Palha de Castro, o clube teve sua primeira sede, provisória, instalada no escritório de Genésio de Souza Barros. No mesmo ano, ao custo de CR$ 60.000,00, foram adquiridos a Lincoln Rodrigues, 24 lotes de terrenos para a construção deu estádio e eleita sua primeira diretoria: presidente, Oscar Fonseca Monteiro Júnior; primeiro secretário: Waldemar Areas; segundo secretário: Edelfrido Antonio da Silva; tesoureiro: João Palha de Castro e o diretor de esporte, Daniel da Costa Trindade.

 

Seu estádio é inaugurado em 1941, ano em que obtém a quarta colocação no campeonato da Liga Iguaçuana de Desportos. Em 1943, fica com o vice-campeonato do torneio.

 

Durante esses primeiros anos os melhoramentos do estádio apesar de tímidos foram constantes. No ano de 1949, disputando do primeiro campeonato da Liga Nilopolitana de Desportos, sagra-se campeão.

 

Nas duas primeiras décadas, começou a participar de grandes competições de futebol do Estado, conquistando vitórias importantes. Nesse período foi construído o estádio Joaquim de Almeida Flores, cercado por muro de aproximadamente cinco metros de altura, com vestiários, sala de administração e torres de iluminação. No final dos anos 70 o clube entrou em decadência, pois muitos sócios deixaram de pagar mensalidades, as escolinhas de futebol foram sendo desativadas e os eventos sociais acabaram.

 

Somente na década de 80 é que o Nova Cidade voltou ao cenário do futebol com a grande colaboração do Dr. Jacob Sessim que fez uma reforma total no estádio e dos desportistas Julio Lourenço e Paulo Sérgio Fernandes que oficializaram a profissionalização do clube na Confederação Brasileira de Futebol, em maio de 1983, ano no qual, o clube participou pela primeira vez do Campeonato da 3ª Divisão de Profissionais da FFERJ, ficando em último em sua chave, a "B" e não se classificando à fase final, atrás de Nacional Foot-Ball Club, Tupy Sport Club, União Esportiva Coelho da Rocha, Esporte Clube Miguel Couto, Tomazinho Futebol Clube e Heliópolis Atlético Clube. O Nacional e a Associação Atlética Cabofriense foram os promovidos à 2ª Divisão.

 

Em 1984, o Nova Cidade se licenciou das disputas de caráter profissional e amadoras.

 

No ano de 1985, conquistou o Campeonato Estadual de Juniores da 3ª Divisão. Na categoria profissional não chegou à fase final ao ficar apenas em quarto em sua chave, atrás de Tomazinho Futebol Clube, Central Sport Club e Heliópolis Atlético Clube. E à frente de Associação Atlética Volantes e União Esportiva Coelho da Rocha. Foram promovidos Porto Alegre e Central.

 

Em 1986, começa a escalada do clube de Nilópolis rumo à elite estadual. Após um mau começo de primeira fase em ficou em quarto e último em sua chave, atrás de Associação Atlética Volantes, Tomazinho Futebol Clube e União Esportiva Coelho da Rocha, o Nova Cidade se classificou para a fase final e se classificou na segunda posição, atrás somente do Tomazinho Futebol Clube, e à frente de Associação Atlética Volantes, União Esportiva Coelho da Rocha, Olympico Futebol Clube, Associação Esportiva XV de Novembro, Tamoio Futebol Clube e Cruzeiro Futebol Clube. O Nova Cidade, portanto, se sagrou vice-campeão da 3ª Divisão e obteve o acesso à 2ª Divisão.

 

Em 1988, após dois turnos disputados na 2ª Divisão, ficou em segundo lugar, atrás apenas do Campo Grande Atlético Clube, e à frente de Olaria Atlético Clube, Central Sport Club, Paduano Esporte Clube, Serrano Foot Ball Club, Mesquita Futebol Clube, Rubro Atlético Clube, Associação Atlética Portuguesa, Esporte Clube Miguel Couto, Bonsucesso Futebol Clube, Madureira Esporte Clube e Tomazinho Futebol Clube. Na decisão do segundo turno, bateu o Campo Grande por 4 a 1 e se classificou para a fase final diante de Campo Grande, Olaria e São Cristóvão. Ao fim do quadrangular, ficou em primeiro, sucedido por Campo Grande Atlético Clube, Olaria Atlético Clube e São Cristóvão de Futebol e Regatas, conquistando assim de forma inédita o Campeonato da 2ª Divisão e alcançando o acesso à 1ª Divisão, na qual permaneceu nos anos de 1989 e 1990, sendo neste ano rebaixado à 2ª Divisão. Nos anos de 1991 e 1992 participou do Campeonato da 2ª Divisão.

 

Em 1992, descobriu o atleta Serginho, que com atuações destacadas no time, conquistou uma carreira brilhante passando pelo Itaperuna Esporte Clube, Bahia, CR Flamengo, Cruzeiro Esporte Clube, São Paulo Futebol Clube e na Itália jogando pelo Milan.

 

Em 2010, o clube retornou ao profissionalismo e participou da Terceira Divisão de Profissionais do estado do Rio de Janeiro, não chegando à segunda fase do certame.

 

Em 2015, o Nova Cidade confirma presença no Campeonato Carioca da Serie C, que será composto por 15 equipes. Conquista de maneira invicta a Taça Cidade de Nova Iguaçu, categoria sub 20, ao bater o Boavista Sport Club na final, ainda no ano de 2015 o EC NOVA CIDADE participa pela primeira vez de sua historiabdo OPG,  segunda maior competição, fazendo uma bela campanha.




Conquistas

  •  TÍTULOS

    • ·         Campeão Estadual da Terceira Divisão de Juniores: 1985;
    • ·         Vice-campeão Estadual da Terceira Divisão: 1986;
    • ·         Campeão Estadual da Segunda Divisão: 1988;
    • ·         Campeão do Torneio Início da Baixada Fluminense: 1956;
    • ·         Vice-campeão da Liga de Desportos de Nova Iguaçu: 1943;
    • ·         Campeão da Liga Nilopolitana de Desportos: 1949;
    • ·         Campeão invicto da Taça Cidade de Nova Iguaçu (sub 20): 2015;


Diretoria

A Diretoria Administrativa é formada por:

PRESIDENTE

Jorge Eloy (licenciado)
VICE - PRESIDENTE
João Diniz (presidente em exercício)
Conselho Deliberativo é formado por:
PRESIDENTE
Carlos Salvador
VICE - PRESIDENTE
Flávio Corrêa (in memoriam)

Próximo jogo

 


Não há jogo agendado até o momento.

 


Jogo anterior

2 x 2
20/08/2017 às 15:00hs - Campeonato Estadual Série B2 2017
Estádio Joaquim de Almeida Flores

Parceiros & Patrocinadores